Da Bordeira até ao Mar

Bordeira é a pitoresca aldeia do concelho de Aljezur onde tem início este percurso pedestre circular de 6 ou 13,5 quilómetros, integrado na rede Rota Vicentina. Optámos pelo percurso mais extenso, deixando-nos guiar do interior até ao mar para, de caminho, conhecer zonas de várzea, vales, colinas, dunas, falésias e pinhal. Mais ou menos por…

De Santa Clara à Barragem

O percurso pedestre circular “De Santa Clara à Barragem” é parte da rede da Rota Vicentina. Durante 10 quilómetros, com início e final na aldeia de Santa Clara-a-Velha, concelho de Odemira, permite-nos caminhar por uma zona de interior de serra, mas onde o elemento água é dominante – água do rio e água da barragem….

Senhora das Neves

O percurso pedestre circular “Senhora das Neves”, integrado na Rota Vicentina, tem início e fim algures no concelho de Odemira. Podem-nos dizer que fica lá para Colos, um pouco adiante da Ribeira do Seissal de Baixo e um pouco para lá da Ribeira do Seissal de Cima. É um facto que todas estas povoações estão…

Caminhando por Odemira

Uma das surpresas que Odemira oferece é a quantidade e diversidade de caminhadas a fazer na região. Com uma parte generosa do concelho integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, o projecto Rota Vicentina tem marcada uma rede de 750 kms de trilhos pedestres – é consultá-los aqui. Os mais procurados são…

Fajã de Lopo Vaz

Dos trilhos pedestres oficiais pela ilha das Flores, o PR4 – FLO até à Fajã de Lopo Vaz é o mais curto. São 3,5 kms de descida e subida pelo mesmo caminho, um pouco mais se resolvermos explorar a fajã até onde nos é permitido. À Fajã de Lopo Vaz vamos pela natureza, pela história…

As Lagoas das Flores

Entre muitas outras belezas naturais, a ilha das Flores tem mais de uma mão cheia de lagoas. São 7 as que resultaram em caldeiras de antigos vulcões e nem precisamos de chamar o Poço da Ribeira do Ferreiro a esta história para ficarmos por elas irremediavelmente arrebatados. O PR3 – FLO é um percurso pedestre…

Do Lajedo à Fajã Grande

“ILHA Só isto: O céu fechado, uma ganhoa pairando. Mar. E um barco na distância: olhos de fome a adivinhar-lhe, à proa, Califórnias perdidas de abundância.” Pedro da Silveira O plano inicial era percorrer a pé quase toda a costa ocidental da ilha das Flores, dividindo a empreitada em duas etapas de dois dias: o…

Levada do Alecrim e Vereda da Lagoa do Vento

O Rabaçal é uma espécie de parque de diversões para os amantes de caminhadas. Daqui saem inúmeros passeios, entre eles o da Levada das 25 Fontes, o mais popular da ilha. Situado no concelho da Calheta, pouco depois do Paul da Serra, já havíamos apreciado o vale do Rabaçal deste o alto nos primeiros quilómetros…

Fanal

O Fanal deve ser dos lugares mais desconhecidos para um não madeirense, mas pergunte-se a um insular qual o pedaço da sua ilha que mais adora e provavelmente o Fanal constará de qualquer lista. O PR 13, designado Vereda do Fanal, tem 11 fáceis a moderados quilómetros e mostra-nos porque arriscamos também nós, cubanos, a…

Levada do Caldeirão Verde e do Caldeirão do Inferno

Com início e final no Parque Florestal das Queimadas, em Santana, o PR 9 é a caminhada por levada mais bonita da Madeira. Ao longo de 6,5 kms que nos deixam face a face com o Caldeirão Verde, com possibilidade de extensão por mais 2,2 kms até ao Caldeirão do Inferno, adentramos o interior da…