Castelos Para Crescidos

No fim da Romantic Road (caminho que vai ligando algumas das mais pitorescas vilas da Baviera) fica Fussen, a porta de entrada para dois dos inúmeros castelos que vamos encontrando por estas paragens.

Deixemos de lado o Schloss Hohenschwangau, bonito, sim senhor, mas visitado mais por cortesia ao seu vizinho. Tem no entanto direito a uma foto.

O que todos querem ver, chegar perto e tocar é o Schloss Neuschwanstein. Todas as frases feitas cabem aqui. Merecidas. Ainda por cima o castelo fica no topo de uma montanha. E tem outras montanhas com topos donde se pode alcançar uma vista quase de pássaro sobre ele (às quais não chegámos). E tem também uma ponte – a Marienbrucke – sobre uma altura muito respeitável e com uma queda de água num dos lados que confere ao cenário ainda mais fantasia. Por que é disso mesmo que se trata: fantasia.

O castelo que Ludwig II da Baviera mandou construir teve o seu início em 1869 e nunca chegou a ser terminado no seu reinado. Dedicado e inspirado pelas óperas de Richard Wagner, a sala do trono – acabada – é belíssima. Mas o mais deslumbrante é mesmo a sua arquitectura exterior, não nos deixando outra analogia senão com um castelo de lego ou um castelo de um filme de princesas da Disney. Ainda para mais, o cenário que o rodeia, de montanhas alpinas ora verdejantes ora cobertas de neve, convida de forma inescapável a um passeio. A não perder, pois, a caminhada de cerca de meia hora entre os dois castelos, Hohenschwangau e Neuschwanstein, e entre este último e a Marienbrucke.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s