Porquê?

Quando me perguntavam para onde iria desta vez nas férias e respondia Vietname, as reacções surgiam sempre negativas. Do “e isso não é perigoso?”, passando pelo “cuidado, não se metam em sarilhos”, atravessando o “conseguem comer aquela comida?”, até ao “não te invejo, não era local onde quisesse ir”, o disco rolava sempre no mesmo tom.
E, a propósito, porquê o Vietname? Talvez por ser na Ásia e parecer ser uma boa primeira abordagem ao continente (Capadócia não conta para a imagem que criámos desde sempre no nosso imaginário de Ásia).
Ou talvez por uma reportagem saída aqui há uns anos na revista Blue ter parecido inspiradora (mas, também, quais não o são nesta revista?).
Ou, ainda, talvez por estar perto do Cambodja e do Laos e, por isso, ser passível de combinação com estes países (apesar de o Laos ter acabado por saltar fora, na expectativa de uma futura combinação com a Tailândia).
Mas o motivo decisivo terá sido o facto de não conhecermos o Vietname e, logo, porque não?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s