Menorca

Menorca é uma das ilhas – a segunda maior em área – do arquipelágo das Baleares e tem a particularidade de ser o território espanhol mais a leste. Esta característica orgulha os seus habitantes, sobretudo os de Es Castell, que se gabam de serem os primeiros em Espanha a verem o sol nascer.
A ilha é relativamente plana. O ponto mais alto, Monte Toro, localizado no centro da ilha, tem cerca de 350 metros.

Vista norte do Monte Toro

Geograficamente é fácil caracterizar a ilha.
É composta por duas cidades principais, uma em cada lado da ilha, ligadas pela estrada principal que atravessa a ilha de uma ponta à outra. Mahon, a nascente, e Ciutadella, a poente.
Ambas já foram capitais, Ciutadella até à ocupação britânica, em 1714, e Mahon desde então.
Ambas também têm como característica serem cidades costeiras com importantes portos naturais. O de Mahon é inclusivamente o segundo maior porto natural da Europa e possui uma localização estratégica extraordinária, no centro do mediterrâneo ocidental.
As duas cidades têm ainda um encanto próprio, muito pelas suas situações geográficas mas também pelas estruturas urbanas e arquitectura charmosa que apresentam.
Para além destas duas cidades, a ilha tem ainda um conjunto de cidades no interior da ilha. Destaca-se Alaior, berço do queijo menorquino, Ferreries, onde se localizam a maioria das fábricas de calçado, Es Mercadal, a capital gastronómica, Sant Lluís e Es Migjorn Gran, ainda com uma forte componente rural.
Por toda a ilha é ainda possível visitar vestígios arqueológicos da cultura talaiótica (sociedade da Idade do Ferro).

Mas o que caracteriza e mais deslumbra em Menorca é a paisagem natural, marcada pela extensa costa, ou não se tratasse de uma ilha.
Há duas realidades diferenciadas. A da costa sul, ponteada sobretudo por pequenas enseadas (calas) de areia branca e água azul transparente, e a da costa norte, mais selvagem e exposta às ondulações mas igualmente com água transparente e deslumbrante.
Apesar da ilha ser pequena, conhecer todos os cantos e recantos exige tempo. Mais do que se possa supor à partida. Porém vale a pena descobrir e desfrutar dos paraísos que esta ilha tem para oferecer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s