Patagónia em filme

Por ocasião da Mostra de Cinema Argentino que passou faz um ano no Cinema King, tivemos o privilégio de assistir ao “Histórias Mínimas”, de Carlos Sorin.
Este filme ternurento mostra-nos a viagem de três personagens em busca das suas ilusões pelos caminhos intermináveis da solitária Patagónia. Ou melhor, por parte da província de Santa Cruz. É a história de Don Justo (um velhote de de 80 anos), de um caixeiro viajante e de uma senhora que vai receber um prémio que ganhou num sorteio de um programa de televisão. A que mais me marcou foi a de Don Justo, que percorre cerca de 400km, a pé e à boleia, em busca do seu cão Malacara por considerar que não foi correcto com ele e que por isso este teria fugido, o que o atormenta. Há em todo o filme o retrato da enorme solidariedade que se vive por aquelas bandas tão desoladas, mas que nem por isso afastam as pessoas de irem em busca dos seus sonhos.
É um filme despretencioso e simples, “mínimo”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s