Aquele Abraço

Em Maio tive uma prenda de anos (que são só em Novembro) antecipada, ou melhor, uma prenda de Natal, ou melhor ainda, a notícia de uma daquelas prendas com que sempre ando sonhando mas que sempre vou adiando. O uso do gerúndio é aqui mais do que apropriado: uma viagem ao Rio de Janeiro foi o que me calhou. Para isso apenas tive que nadar em volta do Oceanário cerca de 1500 metros e ver sair de dentro da tômbola de um sorteio a minha touca n.º 164.
O tão esperado regresso ao Rio (ao qual não ia desde 2002) seria para ser de 7 a 12 de Dezembro, 5 míseros dias e mais 1 de viagem. Graças aos nuestros hermanos da Iberia o dia 7 não foi todo ocupado na seca do avião – o que ficou adiado para o dia 8 – mas sim com umas tarde e noite inesperadas em Madrid. Consequência do estúpido atraso do avião: os curtíssimos 5 dias transformaram-se num ápice em 4 repentinos dias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s