De Barichara a Guane

Seríamos felizes só por nos deixar estar em Barichara, descobrindo mais um pormenor aqui e outro ali, juntando cores para a nossa colocação de arco íris.


Ainda assim, tirámos uma manhã para percorrer o Caminho Real até ao povoado de Guane, cerca de 5 km que começam no miradouro que fica no final da enorme subida da rua da Catedral de Barichara. Daqui a nossa vista alcança o imenso vale com o canyon do Rio Suarez, afluente do Rio Magdalena, lá bem baixo. 




Caminhámos como muitos outros têm feito ao longo de séculos, num sendero construído pelos indígenas guane, utilizado pelos espanhóis e reconstruído ao longo dos tempos. Sempre a descer, a caminhada é agradável e deslumbrante. Levámos duas horas numa análise cuidada aos diversos cactos, à imensa variedade de borboletas e aos voos das enormes aves que rompiam o céu.






Guane é uma mini Barichara parada no tempo. Ideal para deixarmo-nos ficar um pouco na sua praça e pensar que ainda há lugares perfeitos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s