Treetop Walk Serralves – caminhar nas árvores

Serralves é sempre uma visita obrigatória numa passagem pelo Porto. Mas desde Setembro do ano passado há mais uma desculpa para lá voltar. Centro de Arte Contemporânea e lugar para se apreciar arquitectura de excelência, há que não esquecer que Serralves é também em grande parte o seu parque. E se já nos encantava perdermo-nos nos muitos caminhos do seu parque, temos agora a possibilidade de caminhar ao nível da copa das suas árvores.

O Treetop Walk de Serralves, criado no ano em que a Fundação celebrou os seus 30 anos, tem apenas 250 metros de passadiços de madeira, mas cada passo sobre eles é dado sob um prazer imenso e sem fim. É uma experiência verdadeiramente diferente de usufruto da natureza, levando-nos a percorre-la através de uma perspectiva única.

O projecto foi desenvolvido pelo arquitecto Carlos Castanheira em colaboração com o arquiteto Álvaro Siza Vieira, e em primeira instância pretende sensibilizar os visitantes para a protecção e a preservação da biodiversidade do ambiente natural do Parque de Serralves. Vamos ficando ao nível das copas dos carvalhos, ciprestes e sequoias, caminhando sob o canto dos pássaros, enquanto que lá em baixo, no lago, vemos os patinhos a desfilar. A altura dos passadiços chega a tomar 25 metros. Um pouco mais distante apreciamos os prados de Serralves e uma nuvem de prédios mais ao fundo. Diz-se que até o mar se chega a avistar, mas não nos tocou essa vista.

Estes passadiços foram construídos no respeito e integração com a natureza, com o uso de madeira reciclada, e os seus pilares, por exemplo, foram instalados de forma a permitirem que as raízes das árvores cresçam naturalmente, sem barreiras.

Ao caminhar no alto, junto aos ramos das árvores, apreciamos ainda melhor as suas cores. Cores essas que, graças às estações do ano, ganham novas tonalidades a cada temporada. O preço do bilhete de Serralves, mesmo que apenas para visitas ao seu Parque, é puxadinho, mas sendo a entrada nas manhãs do primeiro domingo de cada mês gratuitas não há desculpas para não vir caminhar sobre as árvores. Repetidamente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s