Gaspar Frutuoso, “Saudades da Terra”

“Costumam dizer os ignorantes, ouvindo alguma coisa dos segredos de filosofia e efeitos da poderosa natureza, que lhe não cabe em seu entendimento: – ó grande mentira de filósofos; ao que eu não sei dar outra mais certa resposta, senão dizendo: – ó grande parvoíce de néscios, pois não alcançam que há muitas coisas sobre…

Algumas notas soltas da ilha

Sendo São Miguel a maior ilha do arquipélago dos Açores, é natural a sua grande variedade não apenas de paisagens mas também de pontos de interesse. De lagoas, cascatas, miradouros já aqui se falou. Falta falar do chá, dos ananases, do atum, dos ilhéus, da arquitectura e arte contemporânea, da ruína. Não necessariamente por esta…

Ponta Delgada

Aberta ao mar, a maior cidade do arquipélago dos Açores retém ainda a orografia e a marca arquitectónica da época em que as frotas da América e da Índia e do comércio com a Europa aqui faziam escala. Situada na costa sul de São Miguel, não foi no entanto esta ponta delgada a primeira a…

Furnas

Vindos da costa norte, o miradouro do Salto do Cavalo é a introdução ideal à enorme paisagem do Vale das Furnas. Daqui seguimos para o Pico do Ferro para mais um miradouro, e que miradouro, desta vez mais próximo, deste vale e da Lagoa das Furnas. As Furnas é uma povoação conhecida não apenas pela…

São Miguel, cascatas

Para além das lagoas, a São Miguel não faltam as cascatas. Salto do Prego, Salto do Cabrito ou Salto da Farinha são algumas das mais fantásticas. Mas as idílicas e até bucólicas cascatas de Porto Formoso e Ribeira dos Caldeirões são igualmente paragens obrigatórias. Comecemos por Porto Formoso, praia na costa norte onde desagua uma…

São Miguel, lagoas

A imagem mais icónica de São Miguel é a da Lagoa das Sete Cidades. Sobre ela escreveu Raul Brandão, na sua obra Ilhas Desconhecidas (a que volto sempre), “um pouco de azul, um pouco de verde, ternura e idílio”. Tão arrasadora é esta paisagem natural que levou o grande escritor a escrever que “Pela primeira…

São Miguel, a ilha verde

Durante muitos anos preferi a Madeira aos Açores. Hoje não prefiro nada. É a ilha, qualquer uma delas, que me atrai. Dito isto, voltei aos Açores, a São Miguel. A felicidade de acordar e assomar à janela para observar o mar, sem fim, desde o meio do Atlântico é dificilmente explicável mesmo para quem mora…