Os Mercados do Vale Sagrado

E porque as compras fazem também parte da viagem, ainda para mais se de produtos de artesanato e têxtil bonitos e a óptimos preços se tratar, uma visita aos mercados do vale sagrado não pode faltar.

O mercado de Pisac é o maior da região e ao domingo torna-se gigantesco mesmo. Um aviso para quem estiver efectivamente interessado em explorá-lo convenientemente: com meia hora não dá nem para passar da primeira rua e com uma hora apenas chegamos à entrada do mercado que merece mesmo ser visto.
No nosso caso montámos uma estratégia bem cerrada para não chegarmos atrasadas ao autocarro da excursão e, com isso, passámos a correr pelo artesanato e os têxtis (que outros mercados e lojas também vendem) para depois voarmos pelas frutas e comidas (onde as cores e o movimento intenso são reis). Soube a pouco, óbvio.

Fica o resumo – compras de artesanato é com Pisac; compras de têxtis é com Chinchero.
Este último, diz-se que o local onde nasceu o arco-íris, com o bónus de se poder escolher os produtos no terreiro defronte da amorosa igreja colonial. No nosso caso, então, tivemos ainda outro bónus, o de escolher as peças coloridas às escuras, uma vez que o sol já nos havia abandonado. Sem lamentos, o que trouxemos a mais na mala satisfez.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s